IBC Santo André





Clique para visualizar:


Vamos Agir
Garantia de Salvação
Razões Para Pregar
Bem-Vindos à Mesa do Senhor
Desafio
Sal da Terra
Compromisso
Simplicidade
Gratidão
Povo Fiel
Filhos Precisam de Mães
Características da Igreja de Deus
Características da Igreja de Deus
Ser e Fazer
Vida Jovem
Mandamentos
Esperança Cristã
A Graça da Libertação
Jornada de Fé
Vivendo e Ensinando
Caminho da Adoração
Gerar e Cuidar
Igreja Grande, Desafio Grande
Pessoas Idôneas
Do Lado Certo
Vai Passar
Um Passo a Mais
Fogo Aceso
Feliz Ano Novo!
Por que 25 de dezembro?
Símbolos e Realidade
Natal com Jesus
Ilhas da Vida
Fé e Paciência
Mesa do Senhor
Prioridade: Família
Mantenha a Fé
Fazer Discípulos
Choro Amargo
Anjo da Liberdade
Pai Nosso
A Escolta
Jesus e as Leis
Novo que se Renova
Milagres Lá Fora
Pequenas Coisas
Princípio e Fim
Princípio e Fim
Julgar
Experiência
"Luz"!
Um Roteiro de Vida
Soldado Cristão
Três Cordas
Vencedores
Diferente
Gratidão
Valorizando o Espírito Santo
Visão
Do Lado Certo
Orando a Sós
Uma forma diferente de viver
Nossa Grande Esperança
Triângulo no Pescoço
O Pão da Vida
O Convite
Chamados
Corpo do Senhor
Santidade
Sem Perda
O Desgaste
Construção
Fogo Aceso

Jesus Voltará

"Pois Deus não nos destinou para a ira, mas para alcançar a salvação, por nosso Senhor Jesus Cristo." (I Ts. 5:9)

Cremos que Jesus voltará e buscará a sua Igreja antes que ela entre no período mais difícil da história da humanidade, o período da tribulação. A expressão "Deus não nos destinou para a ira" quer dizer que a Igreja não participará daquele período terrível de sete anos de duração (Dn. 9: 24–27), tempo este confirmado por Jesus em Matheus 24:15: "Portanto, quando virdes que a abominação da desolação, de que falou o profeta Daniel está no lugar santo (quem lê, entenda)."

E Jesus nos adverte com estas palavras: "Pois haverá então grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem haverá jamais." (Mt. 24:21).

Será um tempo em que pessoas sumirão da terra sem deixar explicação: "Estando duas moendo no moinho, será levada uma, e deixada outra." (Mt. 24:41).

Pare para imaginar na cena das rodovias, nos hospitais, no tráfego aéreo, nos templos, nos lares... e por aí vai. Quando será?

"Pois assim como nos dias anteriores ao dilúvio... não perceberam..." (Mt. 24: 38 e 39).

A palavra de ordem é: Vigia!

Pr. Ary da Costa Cabral