IBC Santo André





Clique para visualizar:


Fogo Aceso
Feliz Ano Novo!
Por que 25 de dezembro?
Símbolos e Realidade
Natal com Jesus
Fé e Paciência
Mesa do Senhor
Prioridade: Família
Mantenha a Fé
Jesus Voltará
Fazer Discípulos
Choro Amargo
Anjo da Liberdade
Pai Nosso
A Escolta
Jesus e as Leis
Novo que se Renova
Milagres Lá Fora
Pequenas Coisas
Princípio e Fim
Princípio e Fim
Julgar
Experiência
"Luz"!
Um Roteiro de Vida
Soldado Cristão
Três Cordas
Vencedores
Diferente
Gratidão
Valorizando o Espírito Santo
Visão
Do Lado Certo
Orando a Sós
Uma forma diferente de viver
Nossa Grande Esperança
Triângulo no Pescoço
O Pão da Vida
O Convite
Chamados
Corpo do Senhor
Santidade
Sem Perda
O Desgaste
Construção
Jornada de Fé
Fogo Aceso

Ilhas da Vida

"...contudo é necessário irmos dar numa ilha." At. 27:26

Conta-se a história de um viajante no deserto que deveria carregar algumas pedrinhas na sacola de viagem como parte de sua jornada. Cansado, resolveu esvaziar a mochila, jogando fora as pedrinhas. Quando chegou ao destino, descobriu que as pedras eram diamantes, e que não havia mais jeito de recuperar o que desprezou pelo caminho.

Na caminhada de nossa fé, acontece recebermos fardos que acabam pesando ainda mais os nossos passos. Isto se deu com o apóstolo Paulo que, embora se visse salvo do naufrágio, quando pisou em terra firme foi mordido por uma víbora. (At. 28:3) "Havendo Paulo ajuntado um feixe de gravetos, e pondo-os no fogo, uma víbora, fugindo do calor, apegou-se-lhe à
mão". É interessante notarmos que o acontecimento inesperado e mau redundou em grande benefício para sua vida, como se lê em At. 28:6: "Eles esperavam que Paulo viesse a inchar ou a cair morto de repente, mas tendo esperado muito tempo e vendo que nenhum incômodo lhe sobrevinha, mudando de parecer, diziam que era um deus".

Que mudança! De prisioneiro para um "deus" e isto se deu na ilha, após o naufrágio do navio em que Paulo estava.

Assim são estes períodos em nossas vidas, como ilhas que oferecem segurança e risco ao mesmo tempo, guardando recursos da providência de Deus, recursos que só existem nas "ilhas" da vida.

Pr. Ary da Costa Cabral