IBC Santo André





Clique para visualizar:


Confirmação
Oração Unânime
O Exercício da Entrega
Crescer no Discipulado
Palavras e Sinais
Vamos Agir
Garantia de Salvação
Razões Para Pregar
Bem-Vindos à Mesa do Senhor
Sal da Terra
Compromisso
Simplicidade
Gratidão
Povo Fiel
Filhos Precisam de Mães
Características da Igreja de Deus
Características da Igreja de Deus
Ser e Fazer
Vida Jovem
Mandamentos
Esperança Cristã
A Graça da Libertação
Jornada de Fé
Vivendo e Ensinando
Caminho da Adoração
Gerar e Cuidar
Igreja Grande, Desafio Grande
Pessoas Idôneas
Do Lado Certo
Vai Passar
Um Passo a Mais
Fogo Aceso
Feliz Ano Novo!
Por que 25 de dezembro?
Símbolos e Realidade
Natal com Jesus
Ilhas da Vida
Fé e Paciência
Mesa do Senhor
Prioridade: Família
Mantenha a Fé
Jesus Voltará
Fazer Discípulos
Choro Amargo
Anjo da Liberdade
Pai Nosso
A Escolta
Jesus e as Leis
Novo que se Renova
Milagres Lá Fora
Pequenas Coisas
Princípio e Fim
Princípio e Fim
Julgar
Experiência
"Luz"!
Um Roteiro de Vida
Soldado Cristão
Três Cordas
Vencedores
Diferente
Gratidão
Valorizando o Espírito Santo
Visão
Do Lado Certo
Orando a Sós
Uma forma diferente de viver
Nossa Grande Esperança
Triângulo no Pescoço
O Pão da Vida
O Convite
Chamados
Corpo do Senhor
Santidade
Sem Perda
O Desgaste
Construção
Fogo Aceso

Desafio

"Porque isto é também como um homem que, partindo para fora da terra, chamou os seus servos, e entregou-lhes os seus bens."

É interessante o texto de que faz parte este verso, porque nos mostra que tudo o que Deus nos confia precisa progredir. A tendência de nos colocarmos numa zona de conforto não condiz com o Evangelho, pelo contrário, somos vocacionados para o crescimento. Ninguém recebe uma bênção apenas para o conforto pessoal, mas para abençoar outra pessoa, como se lê em II Cor. 1.4: "...o Deus de toda consolação nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação...".

Este princípio envolve tudo em nossa vida.

É pensando assim que agora perguntamos por que fomos abençoados com o Evangelho? É correto que fomos abençoados, mas aí vem o desafio: para que alcancemos outras pessoas.

Neste mês traremos à Igreja o desafio de se envolver com a cidade, em obediência ao desafio que o Senhor Jesus nos dá, registrado em:

Atos 18: 9 e 10: "E disse o Senhor, em visão a Paulo: Não temas, mas fala e não te cales; porque eu sou contigo, e ninguém lançará mão de ti para te fazer mal, pois tenho muito povo nesta cidade."

Então, nós vamos alcançar este povo.

Pr. Ary da Costa Cabral