arrow_drop_down
UMA LIÇÃO SOBRE CONSOLO

UMA LIÇÃO SOBRE CONSOLO

Nesse artigo vamos tratar de algo muito importante para vida de todos nós.

Uma necessidade que temos de caminhar firmes enquanto esperamos a resposta de Deus, o agir de Deus e o milagre de Deus em nossa vida.

Vamos falar sobre CONSOLO, não o consolo humano, mas aquele que só Jesus pode dar, através da Sua companhia e da certeza de um destino que somente Ele pode garantir.


No texto vemos o apóstolo Paulo ensinando-nos que o caminho a ser percorrido para que esse consolo seja experimentado é do reconhecimento e do enfrentamento do sofrimento.



O SOFRIMENTO

2 Coríntios 1: 3-5

Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, Pai das misericórdias e Deus de toda consolação, que nos consola em todas as nossas tribulações, para que, com a consolação que recebemos de Deus, possamos consolar os que estão passando por tribulações.

Pois assim como os sofrimentos de Cristo transbordam sobre nós, também por meio de Cristo transborda a nossa consolação.

 

Fica claro aqui que o sofrimento faz parte da caminhada de todos. Todos os seres humanos enfrentarão sofrimento e tribulações.

Veja que esta carta foi escrita para uma igreja, logo para crentes que estão enfrentando grandes sofrimento.

Isso nos deixa claro que sofrer faz parte da caminhada.

Mas a grande diferença quando enfrentamos sofrimento, sendo cristãos, é que não os enfrentamos sozinhos, nem mesmo somos destruídos por eles.

Jesus sabe como transformar sofrimento em alegria, fraqueza em força e derrotas em grandes vitórias.



O PROPÓSITO DA TRIBULAÇÃO.

2 Coríntios 1: 6-7.

Se somos atribulados, é para consolação e salvação de vocês; se somos consolados, é para consolação de vocês, a qual lhes dá paciência para suportarem os mesmos sofrimentos que nós estamos padecendo.

E a nossa esperança em relação a vocês está firme, porque sabemos que, da mesma forma como vocês participam dos nossos sofrimentos, participam também da nossa consolação.


Todo crente em Cristo Jesus precisa ter algo gravado em sua mente:
Deus não desperdiça sofrimento!

Deus usa nossas experiências de sofrimento e tribulações para que sejamos ensinados por Ele e que possamos amadurecer no conhecimento daquilo que Ele tem para cada um de nós.

 

Paulo vai nos dizer,

Romanos 5: 3-5

Não só isso, mas também nos gloriamos nas tribulações, porque sabemos que a tribulação produz perseverança (paciência);

a perseverança, um caráter aprovado; e o caráter aprovado, esperança.

E a esperança não nos decepciona, porque Deus derramou seu amor em nossos corações, por meio do Espírito Santo que ele nos concedeu.


Precisamos enxergar Deus em meio aos sofrimentos, pois o resultado da tribulação é produzir ESPERANÇA.




COMPANHIA E LIVRAMENTO NAS TRIBULAÇÕES.

2 Coríntios 1: 8.9

Irmãos, não queremos que vocês desconheçam as tribulações que sofremos na província da Ásia, as quais foram muito além da nossa capacidade de suportar, a ponto de perdermos a esperança da própria vida.

De fato, já tínhamos sobre nós a sentença de morte, para que não confiássemos em nós mesmos, mas em Deus, que ressuscita os mortos.

O apóstolo vai usar uma de suas experiências pessoais para provar que não estamos sozinhos e que Jesus pode nos livrar em meio ao perigo e mesmo diante de uma sentença decretada.

O objetivo aqui é mostrar em quem está nossa confiança, em nós mesmos ou em Deus?

Paulo mesmo afirma que nesse acontecimento perdeu a esperança de sequer continuar vivo, mas isso teve também um propósito, levá-lo a confiar em Deus e não em si próprio.

Com certeza a situação desafiadora para você que lê esse artigo e enfrenta lutas, tem o propósito de te levar a crer em Jesus, esperar Dele a palavra final, sabendo que não é a sua força, mas que o poder de Deus se aperfeiçoa em você no momento de sua fraqueza.

 

Veja a afirmação de Paulo para nós.

2 Coríntios 1: 10.

Ele nos livrou e continuará nos livrando de tal perigo de morte. Nele temos colocado a nossa esperança de que continuará a livrar-nos,

 

Deus livrou e continua livrando, pois Ele não mudou, sua promessa não mudou, sua Palavra não mudou.

Essa certeza nos traz o verdadeiro consolo.



PARA ONDE OLHAR EM MEIO AO SOFRIMENTO.

2 Coríntios 4: 17-18.

Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente,

não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; por que as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas.


Todo breve sofrimento não pode se comparar com a glória que nos aguarda.

Olhe para a salvação, para o alvo, para o céu onde Jesus está.

Ele está vivo, cuidando de você, lhe sendo companhia e garantindo algo que somente Ele pode garantir: o verdadeiro CONSOLO que será nosso refrigério mesmo em meio a mais terrível tribulação.

 



A NECESSIDADE DA ORAÇÃO.

2 Coríntios 1: 11.

enquanto vocês nos ajudam com as suas orações. Assim muitos darão graças por nossa causa, pelo favor a nós concedido em resposta às orações de muitos.



Oração é chave para que sejamos consolados e possamos consolar a outros.

Não devemos nos esquecer de buscar o CONSOLO que só a oração traz.

Paulo pede por oração e atribui a oração o favor de Deus.

Ore com essa certeza, que Deus traz consolo, conforto e companhia e isso vai te fortalecer.



Nesse momento após ler esse artigo convido você a dobrar seus joelhos e orar pedindo a Deus que te permita experimentar o CONSOLO e te fazer continuar firme esperando aquilo que Ele já tem preparado para sua vida.



Que Deus te abençoe.

 

Pr. Rogerio Cavelho